Intriga Internacional – Alfred Hitchcock (EUA, 1959) 8.0/10

Na corda bamba entre o épico de aventura e a picaretagem, Hitchcock filma um dos seus filmes mais celebrados. Ainda que não me interesse tanto as cenas de ação (a perseguição no monte Rushmore é, para mim, somente mais uma), os primeiros 60 minutos movidos de muito sarcasmo e de insinuações sexuais constantes (o personagem de Cary Grant é um dos mais toscos  – e ao mesmo tempo sagaz  – da história do cinema), transformam Intriga internacional em uma grande paródia dos filmes de espionagem, com algumas das cenas mais inesquecíveis da carreira do diretor. Simplesmente não dá para resistir.